31154257_10157234260727004_1537417529679413248_n
1674856_orig
DSC_4149
Screen Shot 2017-04-04 at 11.46.38 PM
IMG_1170
Dharamsala 💗💗💗🦋🦋🦋
Untitled
24775185_10156788491532004_1960330513726585922_n
Untitled
25507886_10156824268602004_3758982166667725732_n
WhatsApp Image 2018-05-03 at 12.47.18(1)
More of Dharamsala.jpg.jpg
WhatsApp Image 2018-05-03 at 12.47.20
Nosso retiro de artes aqui India, sacras chegou ao fim e o coraçao profundamente grato 🙏🏻 luz e in
Untitled
More of Dharamsala.jpg.jpg
IMG_7083

Tours e Residências Artísticas na India e Nepal

com Tiffani Gyatso 

 

Eu sempre segui minhas paixões e continuo sempre sendo guiada pelo meu coração. Não só as diferentes culturas do mundo me fascinam, mas como elas pensam e como elas usam a arte para conecta-las a algo divino.

Por isso em 2003 fui morar na India onde fui a primeira ocidental mulher a ser aceita no Instituto Norbulingka, fundado por SS o Dalai Lama, onde estudei Thangka, a arte do budismo tibetano até 2006. Retornando ao Brasil me dediquei a pintar o templo Caminho do Meio de Lama Padma Samten, no RS e comecei a ensinar essa arte. No fim de 2012 muitos dos meus alunos me pediram para que os levassem aos meus professores e colegas artistas na India e assim surgiu a primeira Art Trip.

Nos anos que se seguiram organizei e me deleitei com grupos lindos para India e Nepal e também para o Sudeste da Asia. Até o inicio da pandemia em 2020 eu já havia realizado 6 grupos, sendo os dois ultimos um retiro artistico, um em um palacio em Alwar no Rajastão em conjunto com artistas da arte hindu também e outro em Dharamsala aos pés dos Himalaias. 

Meu novo foco será pelos países que foram pano de fundo da Rota da Seda, como China, Tibet, Uzbequistão, Quirguistão, Turquia e Marrocos, além sempre da amada India e o Nepal. 

Minha especialidade é conectar com a cultura, a arte e a espiritualidade.

Se você deseja que eu organize uma viagem particular e te acompanhe ou para um grupo de até 12 pessoas, entre em contato comigo. As viagens devem ser organizadas pelo menos 6 meses antes e será um prazer te acompanhar em uma viagem especial e próxima aos raros mestres da arte sacra do oriente.

Entre em contato para saber mais sobre ART TRIP para você ou um grupo: arteperegrina@gmail.com 

Abaixo, veja alguns dos meus diarios de bordo e apresentação de grupos passados.

Mystic Art Retreats 

Obrigado! Mensagem enviada.

Ir de encontro às raízes de uma tradição, é deixar-se ser transformado pela energia de sua fonte de origem. Todas as manifestações artísticas que surgiram na India, baseiam-se na mitologia e na busca do divino, através de muitos nomes, muitas cores e nomes. A arte budista e hindu que estaremos focando o nosso olhar, não será com a intenção de apenas contemplar, mas também sentar-se ao lado de mestres dessas artes, deixar nossas mãos serem guiadas por eles com dias dentro de seus ateliers.

 

Tiffani terá o grande cuidado para que o grupo conecte-se com respeito, potencializando o beneficio de um grupo com a mesma motivação: a transformação espiritual através do estudo e pratica das artes orientais.

No Brasil, Tiffani dá retiros de arte e meditação para grupos dês de 2010 e dês de 2016 em seu próprio espaço nas montanhas de Extrema, MG, o Atelier YabYum. 

 

Não é necessário ser artista ou ter experiência alguma com pintura, mas é necessário vir de corpo e alma para a proposta dessa viagem do espirito do artista peregrino! Um olhar artístico para com o mundo e a vida!

 

Idioma: português e inglês. Não precisa ter domínio no inglês – tudo será traduzido.

 "Para embarcar nessa, não é necessário ser artista ou ter experiência alguma com pintura, mas é necessário vir de corpo e alma para a proposta dessa viagem do espírito do artista peregrino!

Um olhar artístico para com o mundo e a vida!"

<< Veja o video ao lado com imagens das Art Trips anteriores.

Cote por uma viagem especial para você ou grupo: arteperegrina@gmail.com 

  

 
 

Journal : ART TRIPS anteriores com Tiffani Gyatso

Retiro de Arte Sacra, Rajastão, India 2018
Galeria de fotos
 

Uma semana em um lindo palácio em Alwar, sul do estado da India do Rajastão. A artista Tiffani Gyatso lecionou sobre as artes sacras do budismo tibetano, ao lado do artista especialista na arte hindu com vários livros publicados, Ekabhumik Ellik e da artista brasileira de sumi-e e contemporâneo, Catarina Gushiken. Juntos com um lindo grupo de pessoas do mundo inteiro, se reuniram para aprender sobre iconografia, desenho, pintura e até canto devocional foi apresentado todas as noites e aula de pronuncia em sânscrito. Essa foi o primeiro retiro produzido pelo sócio da Mystic Art Retreats e você pode ver os próximos retiros aqui: www.mysticart.org

ART TRIP INDIA, 2017
Galeria de fotos
 

No nosso roteiro que começa em Delhi, depois Agra, Rajastão, a sagrada cidade de Varanasi e Bodhgaya, a cidade onde Buda se iluminou e finalmente Dharamsala onde o povo tibetano vive em exilio, Tiffani nos conduzirá a atenção para absorver as experiências pelos cinco sentidos e expressa-la em um Diário de Bordo que iremos produzir em grupo. 

Tiffani Gyatso, nossa guia desse roteiro, estudou arte do budismo tibetano no Instituto Norbulingka por 3 anos, em Dharamsala, morada de S.S o Dalai Lama, onde também iremos ter aulas com seus próprios professores tibetanos. Ela também nos levará de encontro com o renomado artista Mr. Swami Mahaveer mestre da refinada pintura Mughal em Bikaner, aos pés do deserto do Rajastão e o mestre da pintura jainista em Jaipur, Mr. Kailash Chand Sharma, para termos uma preciosa experiência de ensino artístico tradicionalmente passado de mestre para discípulo – uma vivencia única!

 
Residência artística no México, 2015
Galeria de fotos
 

São as preces à Shiva que me chamam. Me chamam a retornar ao país do caos, da imundice, da luz atrás da sombra, do açúcar ridículo e… as preces à Shiva, à Hanuman e Ganesha – o dia inteiro. A Índia funciona. Ela se preserva serva de corações dilacerados, daqueles que ultrapassam o mundo cintilante do conforto e entregam seus corações para serem dilacerados – por Shiva. Eu amo a Índia em sua total contradição.

Mas hoje fui rebelde. Não fui ao Teu encontro. A curiosidade de menina, de aventureira, de ir para onde o chamado vem de mais longe – fora de mim. Você deve estar aqui também, não esta? Estou em Puebla, no México – à minha vista é do vulcão de Popocatepetl. Hoje entrei dentro de uma igreja e vi o Cristo dentro de um caixão de vidro, ensangüentado. Sua expressão era de um êxtase mortal. Em outra igreja, em um outro caixão de vidro, Cristo ensangüentado estava com seus braços estendidos em sofrimento mortal. Uma flecha dourada atingiu meu peito. Acabe com nosso sofrimento! Causado pela nossa falta de entendimento, nossa gula e ganância, nossas iras, nossas paixões. Continue lendo aqui >>

ART TRIP de janeiro 2014
Tailândia, Myanmar, Vietnã e Cambodja
 

Um país que nunca colonizado por europeus, porem de muita briga com seus vizinhos. A Tailândia, cujo nome significa “terra dos homens livres”, era chamada de Sião, mas a atual nomenclatura foi estabelecida em 1939. Seu rei é tão respeitado que se deve evitar deixar cair ou rasgar as notas de sua moeda onde sua face esta ilustrada.

O budismo theravada prevalece entre algumas regiões muçulmanas. O budismo theravada se diferencia do Mahayana (como é o budismo tibetano) pela intensa pratica de retiro e meditação vipassana. Se acredita que para alcançar a iluminação deve-se viver como Buda – renunciando a vida mundana. Já o budismo mahayana tem uma participação forte no ‘mundo’ e por isso também é chamado de “Grande Veículo”, pois todos, leigos e monges, podem embarcar. Também se pratica a meditação, porem o foco se da na ação benéfica no dia a dia, em casa, no trabalho e na sociedade com a intenção de que o outro alcance a felicidade e essa motivação é feita com o voto de bodisatva. Continue lendo aqui >>

ART TRIP de janeiro 2013
India e Nepal

 

 

Quase a metade do grupo veio comigo no vôo, e os outros vieram em datas diferentes. Mas finalmente no dia 9 estavamos todos reunidos num belo hotel em Delhi, próximo ao Connaught Place. Lá, o Gui, diretor da Agencia Chorten se encontrou com todos nós e demos um briefing. Para mim seria o primeiro grupo que iria guiar, meu foco inicial e principal era que o grupo em si se sentisse confortável com cada um que fazia parte, nao apenas isso, mas desenvolvesse simpatia e senso de responsabilidade, pois pensar em grupo é diferente do que viajar independente. Formar uma harmonia seria essencial, mas isso foi formado naturalmente e foi maravilhoso ver isso acontecer e poder ver e estar muito à vontade, com alegria de estar podendo dividir aqueles momentos especiais com aquelas pessoas! Ficamos todos mais íntimos ainda quando cada um dividiu os primeiros sinais de “delhi-belly” e corridas urgentes ao toilet, mas todos superaram! Na van ou ônibus que éramos levados aos tours locais, era preenchido de canções, comentários e risadas. Continue lendo aqui >>